DASH*Saúde

YOGA NO TRABALHO

Boa tarde leitores! Sexta-feira chegou e com ela o final de semana. Quantos de nós não nos encontramos tão ansiosos pelo fim da semana e uma pausa no ritmo acelerado da rotina? Acredito que muitos. No post de hoje vamos falar exatamente sobre isso, como promover o bem estar no trabalho com práticas de relaxamento, meditação e Yoga. Que já foram provadas trazer vários benefícios para a equipe, como a melhora da disposição e consequentemente alcançando melhores resultados.

Pensando nisso, convidamos Mariana Santana, formada em Yoga pela Shiva Yoga do Rio de Janeiro para ministrar um pequeno curso sobre meditação.

Mariana é formada pela Shiva Yoga Rio e praticante de Yoga e Meditação há mais de 8 anos. É professora de Yoga e Meditação, palestrante e Consultora, levando para dentro das empresas técnicas de Yoga laboral, meditação e respiração que ajudam no processo criativo, restauram, acalmam a mente, trás equilíbrio, auxilia no estresse, na melhoria da concentração, na forma de lidar com o público e com o próximo, melhorando o desempenho e convívio dos funcionários, tendo como resultado uma maior integração e empenho profissional. É uma prática de Coaching de Yoga, ajudando o ser humano através das técnicas e de acompanhamento, auxiliando a libertar dos medos, traumas, ansiedade, complexos e apegos. Analisando o passado, vislumbrando o futuro e traçando metas para alcançar seus objetivos e viver uma vida mais plena no presente. Atualmente está trabalhando na Academia Alta Energia Savassi, com atendimento à empresas e em domicílios.

A mensagem do Yoga não deve ser carregada de misticismo. A mensagem mais fundamental da prática é saúde, serenidade e harmonia. Yoga é uma Meditação com o corpo. No oriente, o Yoga está ligado a religião e no Ocidente a ginástica. Mas ele não é nem uma coisa nem outra. Yoga é uma pedagogia de libertação, não uma libertação política ou social, mais interior. O que deve mudar é a pessoa em seu interior, ou seja, no modo de pensar, de agir, de cuidar do seu corpo. A essência desta pedagogia de libertação parte das instâncias mais profundas do Ser Humano, e não se dá por saltos ou rupturas, mas sim por um ajustamento e equilíbrio. Yoga é uma Ciência, usando o corpo e a mente como laboratórios.

A intenção do Yoga é silenciar a mente, diminuir as ondas de pensamentos que geram sentimentos, que nem sempre são bons – como preocupações, ansiedade, tristeza, impulsividade, raiva. Tendo o controle da mente, conseguimos ser mais centrados nos relacionamentos e tarefas, sabemos agir com controle, pensando somente no presente. E nos tornamos equilibrados diante situações adversas. As posturas do Yoga são desenvolvidas para curá- lo de dentro para fora. Cada postura tem propósitos específicos e benefícios que vão desde melhorar a circulação e o metabolismo até regular a digestão, melhorar amplitude de movimentos, o controle do corpo, o equilíbrio e muito mais. As posturas do Yoga esculpirão aos poucos a otimização do funcionamento da mente e do corpo. Elas irão fortalecer, alongar e moldar seus músculos da melhor maneira para por em funcionamento todo seu organismo. A prática frequente de Yoga e Meditação nos faz sentir melhores, e capazes de cultivar uma atitude permanente de bondade. Isso nos capacita a ter mais facilidade em todas as áreas de nossa vida.

Segue uma técnicas que pode ser praticadas em qualquer lugar, qualquer horário. E quantas vezes quiser.

Respiração polarizada: Essa técnica de exercício respiratório, promove o equilíbrio psicossomático entre polos opostos, é de grande conveniência na cura das disfunções, distonias e para instalação e manutenção da euritmia, euforia e eutimia. Muito indicado para dias de ansiedade, antes de algum evento, prova, reunião e de alívio imediato.

Execução: Sentado ou em pé, de uma forma confortável, com os pés afastados de um palmo aproximadamente. Iniciar esvaziando os pulmões. Inicie inspirando com a narina esquerda, procurando mentalmente atrair a calma. Retenha a respiração, bloqueando ambas as narinas. Depois dessa retenção de ar. Comece a expirar pela narina direita (a esquerda vetada) Inspire pela direita. Retenha novamente a respiração com as duas narinas bloqueadas. Expire pela esquerda completando assim o ciclo.

Para fechar uma narina deixando livre a outra, use a mão direita. Dobre o dedo indicador e o médio da mão direita. Leve a mão a altura do nariz. Quando quiser bloquear a direita, pressione o polegar e, quando quiser vedar a esquerda use o anular, que se acha unido ao mindinho. Quando quiser fechar ambas as narinas, com os dedos, comprima-as ao mesmo tempo.

E então pessoal, vamos colocar essas rotinas em prática e melhorar nosso bem estar juntos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.