Dash*Corporativo

COMO FAZER UM CURRÍCULO

No ambiente profissional, saber como fazer um currículo bom e objetivo é muito importante. E não pense que trabalhar no seu currículo é necessário apenas no momento que você está procurando por emprego, manter o seu currículo atualizado é muito importante também. Nunca se sabe quando uma oportunidade irá surgir então esteja sempre preparado! 

Reunímos algumas dicas publicadas pelo site Vagas.com sobre o assunto. O principal objetivo de qualquer currículo é deixar claro o conhecimento, a experiência e as realizações de um candidato. E, para fazer o melhor currículo da sua vida, você precisa saber o que deve ser destacado e em que ordem as informações precisam aparecer. Confira as recomendações da especialista Karina Freitas, da empresa de recrutamento Stato.

Como fazer um currículo: 7 tópicos que precisam ser destacados

  1. Dados pessoais

São obrigatórios nome completo, e-mail e telefone. “Idade e estado civil podem estar no campo Informações Complementares”, afirma Karina. Pretensão salarial, neste campo, nem pensar.

  1. Objetivo profissional

“A informação deve ser apresentada de forma objetiva”, diz Karina. Por exemplo: “executivo comercial” ou “executivo financeiro”.

  1. Resumo das qualificações

Esse resumo deve estar em tópicos, com os conhecimentos e as principais realizações, sempre relacionados ao posicionamento desejado pelo profissional. “Deve-se evitar mencionar competências comportamentais, como ser ‘comunicativo’ ou ser ‘entusiasta’, entre outras, porque isso não demonstra como você poderá contribuir com os resultados da empresa em que passará a atuar.”

  1. Experiência profissional

Este tópico deve estar em ordem cronológica decrescente no currículo, ou seja, da experiência mais recente para a mais antiga, da seguinte maneira: nome da empresa, período em que atuou (utilizando a estrutura de mês/ano), cargo e escopo (a quem se reporta ou reportava, número de pessoas na equipe e principais responsabilidades).

  1. Realizações

É importante, na sequência, destacar em tópicos duas ou três realizações que devem estar claramente descritas. O que você desenvolveu, como desenvolveu e quais resultados foram trazidos para a organização. “Por exemplo: a elaboração da estratégia comercial e sua implementação no mercado externo que fizeram a empresa conquistar ou exportar para mais de 20 países”, explica Karina.

  1. Formação acadêmica e idiomas

Sua formação acadêmica também entra em ordem cronológica decrescente – ou seja, do mais recente para o mais antigo. Cite os cursos que você fez, a instituição em que estudou e o ano de conclusão. No quesito idiomas, é importante deixar claro seu nível de conhecimento em cada língua. Pense que, se for entrevistado, possivelmente terá que comprovar essa informação.

  1. Informações complementares

Neste campo você deve destacar o que é interessante e pertinente à vida profissional, mas que não se enquadrou nos campos anteriores: cursos relevantes (os que foram realizados há mais de oito anos devem ser descartados), participação em comitês, entidades ou fóruns da sua área de atuação, atividades voluntárias, atividades paralelas à vida corporativa como professor, conselheiro ou consultor. Atenção: evite descrever hobbies, pretensão salarial e referências. “Estas informações serão solicitadas oportunamente pelo recrutador”, finaliza a especialista.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.