Dash*Informação

HISTÓRIA DA PROFISSÃO ENGENHARIA

Olá pessoal! Tudo bem? Desde o início da humanidade as pessoas desempenham papéis, e quando as sociedades como conhecemos hoje começaram, os papéis de cada indivíduo foram se diversificando ainda mais, e assim surgiram o que hoje entendemos como profissão. Existem inúmeras profissões e cada uma delas tem sua função e importância, e hoje vamos falar um pouco mais da história da profissão engenharia.

Os fatos legais que iremos compartilhar aqui foram retirados do Blog da Cedro Têxtil!

Presentes na história ao longo do tempo

É fácil pensar na presença dos engenheiros e seus percursores ao longo da história, sobretudo quando pensamos na construção das pirâmides do Egito, os aquedutos romanos, Machu Picchu e outras construções icônicas, as invenções de Arquimedes, as catapultas e outras construções icônicas.

A obra de Galileu, durante a revolução científica, deu origem a engenharia moderna. Isso devido a busca por explicações sistemáticas e também pela abordagem científica para problemas práticos.

Esse foi então, o início da análise da estrutura, da representação matemática e do projeto de estruturas de construção.

A primeira fase da engenharia terminou com a Primeira Revolução Industrial, principalmente quando as máquinas começaram a substituir os homens e o motor a vapor foi melhorado. Anteriormente, os então chamados artesãos eram os responsáveis pelo desenvolvimento dessas máquinas.

Em relação a nomenclatura da profissão, a palavra “engenheiro” só começou a ser usada no século XI.

Derivada do latim “ingeniator”, ela era usada para definir alguém que criava invenções engenhosas e práticas. Leonardo da Vinci, por exemplo, tinha o título de Ingegnere Generale devido a suas engenhosas ideias.

Durante os anos, os engenheiros militares construíam fortes, catapultas, canhões, etc., os civis construíam pontes, aquedutos, edifícios, portos e outros e os mecânicos estavam focados em construir máquinas e motores.

Com a Segunda Revolução Industrial, surgiram as engenharias elétrica, química e outras áreas voltadas para telecomunicações, aviações, produção em massa e mais.

Tudo isso contribuiu, de fato, para que houvesse um enorme avance tecnológico.

O primeiro engenheiro civil

Acredita-se que o primeiro engenheiro civil foi Imhotep, um dos funcionários do faraó que projetou e construiu a pirâmide de Djoser. Isso aconteceu por volta de 2630 – 2611 a. C.

Ele é considerado também o primeiro arquiteto da história antiga.

A engenharia e a evolução

Conforme a sociedade foi evoluindo, a engenharia acompanhou as necessidades das pessoas. Sobretudo junto a “Era da Informação”, novas áreas ganharam espaço, como a eletrônica, computação, software, controle e automação, aeroespacial, dentre outras.

Outro ponto que interferiu igualmente foi a preocupação com a sustentabilidade e a preocupação com o planeta. Devido a isso vieram as engenharias ambiental e florestal.

As engenharias com foco na gestão, qualidade e produção surgiram acompanhando principalmente as tendências de mercado e a necessidade de profissionais especializados.

Grandes referências de engenharia

Atualmente, por onde olhamos podemos observar grandes referências de engenharia pelo mundo a fora:

Torre Eiffel; o Canal do Panamá; a Ferrovia Transcontinental nos EUA; a Ferrovia Canadian Pacific, no Canadá; a Ponte do Brooklyn em Nova York; a Ponte Golden Gate em San Francisco; o edifício Burj Khalifa; a Ponte de Oresund entre a Dinamarca e Suécia; o Viaduto de Millau, na França; a Usina Hidrelétrica de 3 Gargantas, na China; entre milhares de obras que orgulham qualquer profissional da área.

E no Brasil, inclusive, temos uma engenharia igualmente moderna e altamente competente, que produziram, sobretudo, maravilhas para a infraestrutura de nosso país, como a Hidrelétrica de Itaipu; a ponte Rio-Niterói; o Cristo Redentor; a Construção de Brasília; os Arcos da Lapa; o Edifício Itália e o Teatro Municipal em São Paulo; as refinarias; rodovias; metrôs; estádios; aeroportos; túneis e etc, que utilizam diversas metodologias diferentes, elaboradas com a contribuição de todas as modalidades existentes hoje em dia na engenharia.

Importância dos EPIS

Os profissionais engenheiros precisam, principalmente, acompanhar de perto o desenvolvimento de seus projetos, sejam eles de qualquer área. E para isso, o uso de equipamentos de proteção individual é essencial para garantir a sua segurança.

A construção civil já foi, inclusive, apontada como campeã em acidentes de trabalho com muitos registros de quedas em desníveis; descargas e choques elétricos; manipulação de máquinas e equipamentos sem proteção; esmagamentos e mutilações causados por quedas de materiais; cortes e perfurações; problemas respiratórios e alergias; problemas auditivos; exposição a animais peçonhentos; entre outros.

Sendo assim, existem alguns equipamentos de proteção individual que são essenciais para os profissionais que trabalham nas áreas da engenharia. Por exemplo:

  • Abafador de Ruído
  • Avental de Raspa
  • Capacete de Segurança
  • Calçado de Segurança
  • Cinto de Segurança
  • Luvas de Raspa
  • Máscara Filtradora
  • Óculos de Proteção
  • Protetor Facial
  • Uniforme Profissional
  • Entre outros

Além da questão da segurança no trabalho, o uso de uniformes profissionais também é importante para valorizar a imagem corporativa. Clientes e fornecedores, com certeza, se sentem mais à vontade quando são atendidos por profissionais uniformizados.

A Dash Uniformes possui uniformes profissionais de acordo com as necessidades, conforto, mobilidade e apresentação de cada profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.